Inicial > Sem categoria > Lagartixa tem cola atômica em suas patas

Lagartixa tem cola atômica em suas patas

Todo mundo em algum momento parou para pensar:

Como as lagartixas ficam presas no teto de casas e nas paredes e não caem?

O que permite que estas lagartixas desafiem a lei da gravidade e corram pelo teto da casa são as mesmas forças que atuam em uma ligação química.
Essas forças são chamadas de forças de Van der Waals, elas são responsáveis pela atração entre certas moléculas, como as do carbono, no grafite, e as dos gases em geral. sob certas condições, essas moléculas trocam elétrons e se atraem. A troca de elétrons entre a pata e a parede sustenta a lagartixa.

Quimicamente falando:

As forças de Van der Waals (também conhecidas como forças de london, dipolo induzido e dipolo instantaneo) são forças intermoleculares formadas devido ao movimento da nuvem eletrônica e a consequente polarização das moléculas. As forças de Van der Waals são muito fracas e atuam apenas quando as moléculas estão bem próximas umas das outras. Em uma molécula apolar, em um instante se sua nuvem eletrônica estiver mais deslocada para um dos polos da molécula pode-se dizer que se formou um dipolo instantâneo que gerou uma pequena força intermolecular. Ou seja, por um pequeno espaço de tempo apareceram dois polos na molécula.
As patas da largatixa têm, cada uma, cerca de dois milhões de pequenos vasos chamados setas. Cada seta possui na ponta centenas de espátulas de meio milésimo de milímetro. Em contato com uma superfície lisa, as espátulas provocam um deslocamento de elétrons que faz com que as moléculas da pata e as da parede se atraiam mutuamente.

Cada seta tem uma ponta em forma de brócolis onde se localizam entre 400 e 1000 espátulas de meio milésimo de milímetro cada uma. A força criada pelo contato é equivalente a dez vezes a pressão do ar (o suficiente para entortar um arame). As lagartixas fazem isso sem a necessidade de nenhum tipo de substância pegajosa.

é a Química sendo expandida….

by Bruno Leite (lattes)
Categorias:Sem categoria
  1. 8 de junho de 2010 às 22:30

    (Celyane Lacerda – CME – 1º Ano B)Professor, e no tronco de uma árvore? Elas não caem devido a essas mesmas forças?

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: